segunda-feira, 16 de janeiro de 2006

Mais pedreira...

A infiltração de água no solo provoca alteração do mármore à superfície. É visível nesta foto a existência de falhas e de zonas alteradas que fazem com que esta parte inicial do veio de mármore não possa ser aproveitada.
Aqui observam-se os patamares existentes a cada cinco metros e consegue ver-se que cada novo patamar é mais estreito do que o anterior, pelo que à medida que a profundidade de extracção aumenta, diminui a quantidade de rocha extraída, até que, a determinada profundidade, tem que se parar a extracção e passar para uma nova pedreira. Nesta zona do Alentejo são visíveis centenas de pedreiras já abandonadas.
Um dos blocos quadrados que se obtem por corte com fio diamantado.
Dúvidas colocadas pelos alunos: Cumprem-se as regras de segurança nesta pedreira? Como foi possível observar, praticamente nenhum dos trabalhadores que se encontravam no local de extracção usava capacete de protecção. Na zona de corte de rocha, os trabalhadores estavam completamente equipados e com a protecção respectiva para as vias respiratórias e olhos.

2 comentários:

Homer and/or Bart Simpson (10C) disse...

A beleza...!, o tamanho...!, a grandeza...!, o enquadramento...!: »a mochila (...)«

Loca disse...

Tudo lindo, eu sei, eu sei, não digam mais.... sou uma fotógrafa e peras, roam-se d'imbeija!!...
:))